ESTILO

Anota aí – Os pijamas vão invadir as ruas

Alameda13Marianademoraesmoda

Quem nunca comprou um pijama lindo e ficou louca para levá-lo passear?

Agora você pode. A tendência de levar a roupa de casa para as ruas já aparece desde 2012. Stella McCartney, Louis Vuitton, Lanvin, Emilio Pucci e Salvatore Ferragamo foram algumas das marcas que investiram na ideia e colocaram o sleepwear nas passarelas. Agora, depois de muitas interpretações ela ganha força. Também, pudera, além de supercool a proposta é hiper confortável.

alameda13marianadmoraespajama0

Usar um look total pijama pode parecer difícil em um primeiro momento, muitos já torcem o nariz. Mas, para modernizar o look é muito simples, basta misturar com peças sofisticadas, como salto alto ou um poderoso maxi colar. Vale também sobreposições, aliás, abusar da terceira peça pode ser o segredo do sucesso por aqui.

Elegância é a palavra de ordem. Peças em cetim ou seda com caimento bacana são fundamentais para uma proposta assertiva. O combro camisa pijama + jeans rasgado também é sucesso na certa. Invista!

alameda13

Então antenadas, anotem aí! Vocês ainda vão desejar muito uma peça estilo pijama para chamar de sua.

Beijo, Beijo.

Mari.

 

ALAMEDA CIRCULA

Minha experiência no Four Points by Sheraton

Lobby-1024x681

Lobby do hotel

Infra estrutura moderna, Staff preparado e receptividade impecável – assim foi minha experiência no Four Points by Sheraton, opção de hospedagem premium em Curitiba. Tenho uma grande memória afetiva com o hotel, frequento desde pequena quando meus pais visitavam a capital. Outro ponto relevante é a localização. Ele fica no Batel, um dos bairros mais famosos e o mais nobre da cidade. Além de estar próximo de restaurantes, casas noturnas e principais shoppings.

Na suíte // Mimos na chegada ao hotel

Na suíte // Mimos na chegada ao hotel

Desta vez fiquei na suíte luxo do décimo quarto andar e amei, me senti em casa. Com dois ambientes super grandes, dois banheiros e várias amenities para os hóspedes, a suíte está na minha wishlist de viagem. Além disso, o hotel conta uma infraestrutura ótima e SPA super equipado com serviços de sauna, aromaterapia, banho de ofurô com óleos essenciais, reflexologia e pedras quentes, uma delícia!

A suíte luxo

A suíte luxo

Para aqueles que buscam comodidade, o hotel conta com piscina aquecida e restaurante com cozinha nacional e internacional. Ah, aos domingos pela manhã rola o Brunch by Sheraton, que oferece um cardápio bastante variado e.. que já indiquei neste post.

Café da manhã no quarto // Risoto de cogumelos e aspargos deliciosos no jantar

Café da manhã no quarto // Risoto de cogumelos e aspargos deliciosos no jantar

Quem acompanhou a viagem pelo Instagram? Lá contei o que fui fazer em Curitiba e mostrei muito mais do hotel pelo stories, nova ferramenta desta rede social que amamos.

FOUR POINTS BY SHERATON CURITIBA

Avenida Sete de Setembro, 4211 – Batel

Curitiba – PR – CEP: 80250-210

Fone: (41) 3340-4000

reservas1.curitiba@atlanticahotels.com.br

 

ESTILO

Meu cabelo novo

marianademoraes

Este final de semana estive em Curitiba e resolvi dar um up no cabelo! A mudança aconteceu no Salão W do Shopping Crystal. O Long bob deuso é do @douglaslevinsk e a make de @sabrinacalixtow 💕 Muito amor por toda equipe @wanderleynunes, Obrigada pelo carinho e receptividade @timecomunicacoes

Quer ver mais? Me acompanhe no Instagram @marianadmoraes

COLUNISTA

#alamedaindica – sabor paulistano em Florianópolis

foto 1

 por Marco Dutra

Ambiente refinado, atendimento premium e comida de primeira. Assim nasce o Toro Steak House. A novíssima casa está instalada avenida mais nobre do centro de Florianópolis, a Beira Mar Norte, local onde por 10 anos funcionou a boate El Divino.

Um bar descolado e um piano bar requintado

Um bar descolado e um piano bar requintado

Falando em “cozinhas” aqui, no total são 4, bem distribuídas para facilitar e padronizar todo sistema operacional. A principal conta com espaço de churrasqueira e grill, outra para preparo de entradas. Há ainda uma para pratos quentes e outra apenas de sobremesas. Tudo incrivelmente organizado, os sócios souberam aproveitar cada espaço visando maior praticidade.

Grill com braseiro / Carré de cordeiro com geleia de hortelã

Grill com braseiro / Carré de cordeiro com geleia de hortelã

O restaurante tem como ponto forte as carnes feitas na brasa e as massas italianas. As carnes são oferecidas em menu degustação de cortes nobres, destaque para o NY Steak, Bife de Chorizo, Paleta e Carré de Cordeiro.  Todos com acompanhamentos + sistema à la carte com aperitivos, saladas, massas e risotos.

A casa conta também com um adega selecionada. A frente desta área, o competente profissional Eduardo Machado como sommelier, além de um variado menu de drinks, destilados, e caipirinhas especiais, como a Turkey Toro.

 Adega com rótulos para todos os bolsos

Adega com rótulos para todos os bolsos

 A caipirinha especial Turkey Toro, feita de Bourbon, caju, limão siciliano e mel.

A caipirinha especial Turkey Toro, feita de Bourbon, caju, limão siciliano e mel.

A pitada paulistana, vem dos chefs, confeitaria e gerentes, com expertise de anos trabalhados nos conceituados Fasano, Gero e Fogo de Chão. Por ser novidade, a dica para não ocorrer imprevistos é sempre ligar com antecedência de 1 a 2 dias para reserva de mesas pelo telefone 48 – 3225.5881.

alameda13marianademoraes1

Mais dicas? Busque pela #alamedaindica  

Siga também o perfil do colunista no Instagram @marcodutrainsta  

HOME

TRUSSARDI LANÇA COLEÇÃO 2017

Com um conceito que mescla influências do Oriente em terras italianas, as novas peças combinam tradição com um toque contemporâneo

A Trussardi – marca líder no segmento de enxovais sofisticados – acaba de lançar a Coleção 2017 de cama, mesa e banho. Com um conceito que combina a forte tradição em trabalhos artesanais orientais com a arquitetura, vestuário e a arte decorativa da Itália, a nova linha apresenta riqueza em detalhes e traz fantásticas formas artísticas com um toque contemporâneo.

A inspiração desta coleção demonstra claramente o intercâmbio de artes e tradições. Essa mistura de estilos trazida pela Trussardi faz parte de uma nova perspectiva cultural de que o mundo está cada vez mais globalizado, com influências provenientes de todos os continentes.

O entrelaçar primoroso das peças é feito de modo artesanal e representa uma mulher cosmopolita que valoriza a intuição, mas ao mesmo tempo é forte, independente, segura e compartilha seus sonhos com elegância e bom gosto. Reconhecida pela tecnologia suíça de bordar, banhos luxuosos e estampas únicas, desta vez, a marca ainda ressalta que cada casa reflete um estilo próprio e o que cada um vive é ainda mais importante do que aquilo que se possui.

Com a sofisticação e elegância indiscutíveis do algodão egípcio aliado ao requinte dos bordados, a nova coleção se divide em mais de 30 novidades compostas de 200 a 1.000 fios, com detalhes que enobrecem e emocionam.

Há mais de um século, a marca se faz presente no mercado pela qualidade e sofisticação de seus produtos que vestem e decoram a casa com elegância e conforto. Uma herança de bem-estar e comprometimento com o que há de melhor.

ENTREVISTA INTERNACIONAL

A tapeçaria 3D de faig ahmed

Técnicas milenares e olhar multidimensional. Ahmed mistura o passado, presente e futuro criando uma fluidez que lembra o trabalho do pintor surrealista Salvador Dali, com seus relógios derretidos em “A Persistência da Memória”. Os tapetes descontruídos são tecidos de modo que parecem mover-se e interagir com o ambiente.

Em meio a padrões rígidos da cultura local, o artista insere formas descontruídas, angulações desconexas e nuances que criam uma arte exclusiva. Os primeiros tapetes azerbaijaneses surgiram na Idade do Bronze e foram desenvolvendo-se dentro da tradição até os dias de hoje. Extremamente representativos dentro da cultura local, Faig revela encontrar resistência das tecelãs ao apresentar seu trabalho multidimensional.

Na tapeçaria arte de Ahmed, ele desmonta a estrutura convencional e reorganiza os componentes aleatoriamente, combinando os fragmentos com formas contemporâneas. O resultado extremamente ornamental, rompe as fronteiras existentes na arte, misturando majestosamente formas tradicionais e modernas.

faig-ahmed

Graduado em escultura pela Azerbaijan State Academy of Fine Art, em Baku, além da tapeçaria, realiza trabalhos de pintura, instalações e vídeos. Ahmed já expôs seu trabalho em todo o mundo, incluindo exposições individuais na Europa, Índia, Hong Kong, Nova York, a Rússia e Emirados Árabes Unidos.

O artista que já foi indicado para o Prêmio Jameel 3 no Museu Victoria and Albert de Londres, revela que prêmios não são prioridade em seu trabalho. O que demonstra sua real intenção; romper barreiras e apresentar um novo conceito de experimentação.

Em entrevista, o artista revela mais sobre o seu processo criativo, tradições e futuro de sua arte.

Faig-Ahmed-2

Quando e como você iniciou seu trabalho com os tapetes? Como foi o início do processo e o como vê o sucesso da sua arte hoje.

Não foi uma decisão imediata, e eu comecei a trabalhar não intencionalmente. Sempre fui inspirado por projetos antigos e símbolos, um deles foram os tapetes. Comecei a explorá-los profundamente, mas sem nenhum resultado. Quando eu comecei a trabalhar com tapeçaria, especificamente, percebi que era é perfeito.

A primeira metamorfose com os tapetes aconteceu em 2007. Quando analiso o processo percebo que meu conhecimento era muito pequeno, tudo foi experimentação tendo como base um objeto muito antigo. Não pensei em momento algum sobre o sucesso, tudo era uma grande experiência e ainda continua.

Você mistura formas tradicionais islâmicas com estruturas contemporâneas, criando um resultado ímpar. Em algum momento você questionou-se sobre sua interpretação da tradição?

As formas islâmicas foram desenvolvidas ao longo de centenas de anos e chegaram a um apogeu de ornamento e geometria. Devido a tradição, é uma enorme responsabilidade de trabalhar estes padrões complexos e trazer algo novo.

Quando eu adiciono falhas e erros nos tapetes, é como se eu estivesse acessando diretamente o subconsciente das pessoas que olham para isso, o que eu acho muito interessante. Você quer goste ou não – Sim, muitas pessoas não gostam disto – eles acham que a arte do tapete é intocável.

Você diz sentir-se “não um artista, mas um explorador” conte-nos sobre este posicionamento.

Para mim, um artista é alguém que vê os resultados tangíveis. Que tem suas ideias refletidas em obras de arte. Você pode pensar que eu faço o mesmo, mas não. O resultado final em si não me interessa muito. A realidade da minha arte é que ela ainda está muito no processo de investigação e descoberta.

Eu sou um explorador, por isso estou muito mais interessado no que vou descobrir através de minha pesquisa. Meus trabalhos de arte são apenas relatórios que refletem vários períodos de minhas investigações.

Um de seus maiores desejos era viajar para a Índia, certo? Como foi a experiência e como isso influenciou sua arte?

Ao longo da minha vida, a Índia teve grande impacto em mim. Eu estava sonhava com isso desde criança. Quando eu tinha dez anos, encontrei um livro de yoga e me senti hipnotizado. Comecei a praticar e naturalmente fui até a Osho e o outras práticas e filosofias maravilhosas. Até comecei a aprender sânscrito. Sonhava em viajar para a Índia e encontrar um guru.

Então, quando eu finalmente viajei para lá, pensei que estaria preparado, mas não estava. A Índia é um lugar que influencia todos os seus sentidos ao mesmo tempo. Quero dizer, se algo é sujo, é muito sujo. Se a comida é boa, então é absolutamente divino. Isso acontece com tudo.

Alguns dos meus trabalhos foram realizados no meu retorno. Eles são profundamente significativos para mim. Se nos meus trabalhos anteriores eu estava tentando expandir tapete, quebrar suas fronteiras, adicionar alguns elementos novos, nas obras inspiradas pela Índia comecei a usar uma nova técnica e efeito sombras.

Você já expôs seu trabalho em todo o mundo, foi indicado para o Prêmio Jameel 3 no Museu Victoria and Albert, em Londres, entre outros prêmios internacionais. Como você se sente sobre isso?

Sim, é isso mesmo que eu estava nomeado para o Prémio Jameel 3, há três anos. Eu não posso dizer que me causou sentimentos especiais. Prêmios ou indicações não são a prioridade no meu trabalho.

Como é o seu processo criativo? Qual as etapas de seu trabalho?

Depois de criar um esboço no computador desenvolvo planos especiais para os tecelões seguirem. Mas o principal aspecto é a comunicação entre os tecelões – Que estão sempre resistentes ao novo, e eu. Como você pode ver, eu sempre ganho. Gosto que, embora estejam recebendo minhas idéias malucas, os tecelões investem seu tempo e energia, e então, o absurdo na minha cabeça se transforma em algo muito importante e tangível.

Como você atinge a fluidez e aspecto líquido de suas obras? Como a tecnologia ajuda o seu trabalho tridimensional?

Eu uso programas de CAD tridimensionais para criar meus trabalhos, e as vezes Photoshop. Alta tecnologia oferece oportunidades ilimitadas para um artista a trabalhar.

Os conceitos no Azerbaijão estão mudando? Como artista, você sente que a interpretação do passado está quebrando algumas barreiras da tradição?

O Azerbaijão deixou a URSS muito recentemente e foi um sopro de ar fresco para todos. É triste dizer, mas os longos anos de isolamento afetou muito a arte.

Baku está passando por grandes mudanças e Yarat [Espaço Arte Contemporânea] está tendo papel importante neste processo. Também há pessoas que começaram a se tornar colecionadores de arte e teremos a primeira galeria de arte contemporânea – galeria YAY.

É o início de uma longa jornada e é por isso que é muito difícil definir o cenário da arte contemporânea no Azerbaijão no momento.

Para um artista é uma tarefa difícil escolher seu trabalho favorito, mas vamos correr o risco e perguntar: Qual trabalho marcou sua carreira?

Eu não tenho um tapete favorito, porque eu sinto que eles não são meus. Ao fazê-los, dou-lhes imediatamente.

Você fez uma colaboração de moda com a designer Palmer Harding para a Semana de Moda de Londres. Como a experiência?

Nunca trabalhei com o mundo da moda, para mim foi uma experiência nova e muito interessante. A principal coisa é que você pode usar a sua inspiração e arte não só dentro da galeria ou museu.

Qual é o seu maior desafio atual?

A Contínua mudança da minha personalidade.

Quais são os seus planos para o futuro? Conhece o Brasil? Gostaríamos muito de ter seu trabalho em nosso país.

No momento eu estou trabalhando em cinco projetos que serão mostradas em lugares diferentes durante o ano – Nova Deli, Bahrain, Dubai, Doha e Londres. Quem sabe no futuro terei uma exposição no Brasil.

Entrevista e matéria por Mariana de Moraes

GOURMET

Toro Steak House & Bar

Na próxima quarta-feira, dia 10 de agosto, inaugura na Av. Beira Mar Norte, em frente ao Trapiche (antigo prédio do Café Cancun e El Divino) o Toro Steak House & Bar. Na terça-feira vai acontecer uma degustação do cardápio para convidados e estaremos lá! Acompanhem-nos pelo Istagram.

O Toro Steak House & Bar será Restaurante especializado em carnes; Bar com petiscos e uma extensa e caprichada carta de drinks e vinhos, e também terá espaço para Market, que será um shop de carnes de altíssima qualidade, temperos e demais produtos oferecidos no restaurante.

O Restaurante terá duas formas de servir: Menu Degustação, com entradas, saladas, acompanhamentos e seleção de carnes nobres, à vontade, para repetir quantas vezes quiser, tudo oferecido na mesa, no valor de R$ 96,00 por pessoa. E também os clientes terão a opção do serviço À La Carte. A equipe é formada por profissionais vindos de São Paulo com expertise nos mais renomados restaurantes do País:

  1. Edson Krafchuk – chef de carnes, com experiência no NB Steak e Fogo de Chão
  2. Ronaldo Veríssimo – chef da cozinha à la carte, que tem característica italiana, tem 18 anos à frente da cozinha do Gero
  3. Wesley Morais, é o chef confeiteiro, também vindo do Gero
  4. Os gerentes são Samuel Rodrigues de Melo e Jonas Corrêa, que juntos somam 10 anos de Família Fasano
  5. Marinho Ribeiro de Araújo é o maitre executiva.

A reforma do prédio tombado pelo patrimônio histórico foi comandada pela renomada arquiteta Taty Iriê.

ESTILO

New Collection C&A + Revista Elle

peças-cea-elle6-1

Depois de muitas parcerias de sucesso a fast fashion C&A anuncia data de lançamento da sua nova coleção cápsula – 23 de Agosto. Desta vez, em vez de uma colaboração entre marcas, a empresa une forças com outro nome de peso do mundo da moda; a revista ELLE.

A coleção, super temática, vai trazer um LBD (little black dress) para cada década da moda. Eu amei, já coloquei pelo menos 3 modelos na minha lista. Agora fica sempre aquela dúvida – será que a qualidade vai ser bacana? Eu particularmente adoro estas coleções assinadas, mas quando provei algumas (como a da Lalá Rudge), me decepcionei muito com a modelagem e caimento. Talvez agora com essa proposta de peça única – o vestido, fique mais fácil ter um resultado bacana.

Anos 50

Anos 50 – R$199

anos 70

anos 70- R$199

anos 2000

anos 2000-R$199

Estes foram os meus favoritos, estou ansiosa para a chegada nas lojas, o precinho está mara né?

Beijo, Beijo.

Mari.