Moda

ESPECIAL MOTHER’S DAY – A TENDÊNCIA DO MINI ME

Seja pela aparência física ou pelo comportamento similar, a expressão “tal mãe, tal filho” sempre foi muito utilizada para destacar as semelhanças entre mães e filhos.  A indústria da moda, de olho nessa proximidade natural e forte, lança coleções que permitem as crianças vestirem-se como suas mães.

A tendência de comportamento inicialmente vista pelas ruas por celebridades como Katie Holmes e Jessica Alba, se espalhou e tomou conta também das redes sociais. No Brasil, a apresentadora Ticiane Pinheiro e sua filha Rafaella Justus, seguem no topo da lista daquelas que mais saem com roupas iguais.

Mães de meninos também investem na coordenação de roupas com seus filhos. Exemplo disso é a stylist americana Rachel Zoe que combina pelo menos o tom das peças com os do filho Skyler.  Quando não saem juntos, é o pai do herdeiro, Rodger Berman, quem assume a proposta.

A ligação entre pais e filhos inspirou Salvatorre Ferragamo em sua campanha de outono inverno 2010. Fotografados por Bruce Weber, as imagens trouxeram crianças vestidas como seus pais em meio a floresta.

Na temporada de outono inverno 2013, foi a vez de Dolce & Gabbana investir no movimento transportando sua coleção feminina para a infantil. Conceitos de modelagem, tecidos, bordados, estampas e acessórios são alguns dos elementos que migram da arara das mães para o espaço na loja dedicado as crianças. Desde então, suas coleções e campanhas apresentam a possibilidade de filhas vestirem-se como as mães.

Presente no mercado infantil desde 2001, a gigante britânica Burberry na mesma temporada lançou a versão miniatura dos maiores sucessos de seus desfiles. Entre as peças escolhidas, estão uma jaqueta estilo militar, um suéter de cashmere com estampa de corações e o clássico Trench Coat.

Por aqui, cerca de quinze modelos compõem a linha Filozinha, da Maria Filó. As roupas infantis, para combinar com as das mães, são oferecidas nos tamanhos de 2 a 6 anos. Na Mob, a linha infantil MOBinha, em edição limitada, traz onze roupas iguais para adultos e crianças. Além destas, Thelure, Reserva e Água de coco são algumas das marcas que investem na combinação entre mães e filhos.

Seguindo o pensamento que as crianças se espelham em seus pais, a forma de vestir-se igualmente pode se tornar uma atividade lúdica para os pequenos. Quem nunca imitou alguma expressão da mãe ou vestiu suas roupas e saiu desfilando pela casa quando pequeno? O importante é as roupas serem adequadas às idades e personalidades dos adultos e crianças, sem inversão de papéis. Com as coleções focadas para tal fim, as marcas já oferecem esta diferenciação, basta fazer a melhor escolha e permitir-se brincar com as possibilidades.

beijo, beijo,

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply